Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Colegiado > Coordenadores
Início do conteúdo da página

Coordenadores 2019-2020

Publicado: Terça, 09 de Abril de 2019, 13h05 | Última atualização em Segunda, 30 de Setembro de 2019, 13h52 | Acessos: 426

O Coordenador Acadêmico do Curso é responsável por coordenar as rotinas administrativas, o planejamento estratégico e a gestão de recursos, sejam estes : materiais, patrimoniais, financeiros, tecnológicos e humanos. Os coordenadores do Curso de Letras - Língua e Literatura Francesa de 2019 são:

Prof. Dr. Fernando Scheibe

Coordenador

Fernando Scheibe tem graduação em Letras Francês-Português pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997), mestrado em Literatura (1999) e doutorado em Literatura (2004) pela mesma Universidade. Durante este último fez um estágio de pesquisa (bolsa sanduíche) de nove meses na Universidade de Paris VII. Trabalhou por três anos (de 03/2000 a 02/2001 e de 03/2004 a 02/2006) como Professor Substituto no Curso de Graduação em Letras da UFSC. Realizou, de 01/04/2006 a 30/11/2007, um estágio de pós-doutorado junto ao Departamento de Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte da Faculdade de Educação da Unicamp. O projeto incluiu o estudo crítico e a tradução das "Divagations" de Stéphane Mallarmé. De abril de 2008 a junho de 2010 foi professor efetivo do Curso de Letras do Instituto Natureza e Cultura (Polo Alto Solimões) e do Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura no Amazonas (PPGSCA) da Universidade Federal do Amazonas. Desenvolveu, de 09/2010 a 09/2012, o projeto de pós-doutorado "Por uma pedagogia acéfala - Literatura, ensino e a comunidade que vem" junto ao PPGLit/UFSC. De lá para cá dedicou-se profissionalmente à tradução, sobretudo do francês, mas também do inglês, do italiano e do espanhol, à revisão e à edição, tendo recebido em 2013 uma bolsa do Centre National du Livre. Em 2015, foi tutor do ateliê português/francês da "fabrique des traducteurs" no Collège international des traducteurs littéraires (CITL, Arles). Em 2017 foi contemplado com uma bolsa de residência na Associação ECLA - Nouvelle Aquitaine. Desde 2015 é codiretor da editora Cultura e Barbárie.

 Currículo Lattes

 

 Prof.ª Dr.ª Francisca Jane Vieira Jatobá

Vice-Coordenadora

Eu, Francisca Jane Vieira Jatobá. 53 anos, sagitariana nascida em 15 de dezembro de 1960. Século passado. Senhora, Dona, Professora e atualmente discente-pesquisadora. Em movimento direcionado pelo tempo, que não para de passar, ao envelhecimento. Funcionária Pública da Universidade Federal do Amazonas, UFAM, exercendo o cargo de Professora de Língua Francesa, lotada no Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras, DLLE, pertencente ao Instituto de Ciências Humanas e Letras, ICHL, atualmente faço parte do grupo de profissionais envolvidos no Programa de Qualificação Profissional para o melhor exercício das obrigações na Formação de Ensino Superior. Discente do Programa de Pós-Graduação Sociedade e Cultura na Amazônia, PPGSCA, cumprindo o cronograma sob a Orientação da Dra. Marilene Corrêa. Trago no peito, o soluço feliz deste pertencimento. Na alma, o orgulho de ser daqui da Amazônia. Durante a graduação em Letras, Licenciatura em Língua Francesa pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), professora de língua francesa do Estado e presidente da APFAM recebi bolsa de estudo da Embaixada da França no Brasil para o Aperfeiçoamento Linguístico na Université Stendhal Grenoble III. Do encontro com o Professor de Literatura Portuguesa, Dr. Bernard Emery, resultou intercâmbio científico entre as instituições UFAM e Université Sthendal através do Programa CAPES/COFECUB. Taira, filha do universo em língua tupi também é o nome da revista literária da Université Stendhal. Enquanto presidente da Associação de Professores de Francês do Estado do Amazonas ? APFAM, o grupo de professores de língua francesa junto aos Leitores recebidos pela UFAM criou o programa de rádio semanal sobre a cultura francófona (FM 101, local). Mantive vínculo com a Embaixada da França apoiando as ações pedagógicas, educativas e culturais em Manaus. Ainda como discente, criou junto a músicos, poetas, escritores, filósofos e demais alunos as Sextas Culturais da UFAM. Concursada, iniciou a formação de ensino superior em 1990, lotada no Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras, do Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), da UFAM. Foi convidada pela Embaixada da França a participar da elaboração teórica do Projeto Bivalência no Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), em Saint-Cloud, França tendo aprofundado os estudos linguísticos. Fez comunicação no XII Congresso Nacional de Professores de Francês na Universidade de São Paulo (USP). Retornando à Manaus firmou parceria entre a UFAM, SEMED, EMBAIXADA DA FRANÇA E ALIANÇA FRANCESA DE MANAUS para o Projeto Bivalência com a participação ativa de 150 professores municipais. Mestre em Educação (2006) com a dissertação Epistemologia e Autopiese: uma educação futurista nas idéias de Maturana. Atualmente é Doutora pelo Programa de Pós-Graduação Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA/ICHL/UFAM) Recentemente defendi a tese Epistemologia Unitária da Linguagem nas Sociedades Matrízticas da Amazônia. Tastevin e os Katukina-Kanamari obtendo o Grau de Doutora pelo Programa de Pós-Graduação Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA/ICHL/UFAM). Desenvolvo a aplicação da Teoria da Complexidade e Sistemas Linguísticos em L2, Lingua Francesa incluindo: Processos da Biologia da Linguagem: a autopoiese; A Mecânica Sináptica Cognitiva; Filogenia e Ontogenia: rumos herdados em evolução; A Ontologia; As Sociedades Matrízticas; A Epistemologia Unitária em Matrix vivente.

Currículo Lattes

Fim do conteúdo da página